понедельник, августа 10, 2009

Moscou Feliz (III/III)

"A garota Moscou Chestnova já estava no orfanato há dois anos; foi aqui que lhe deram um nome, um sobrenome, e até um patronímico, porque a menina lembrava muito incertamente seu nome e sua primeira infância. Ela achava que seu pai a chamava de Olya, mas ela não tinha certeza disso e se calava, como anônima, como aquele sujeito noturno que havia morrido. Então deram-lhe um nome em honra de Moscou, patronímico em memória de Ivan - típico soldado russo do Exército Vermelho, morto no campo de batalha - e sobrenome como sinal da honradez de seu coração,* que ainda não havia sucedido em se tornar desonrado, ainda que fosse há muito tempo infeliz."

*Honra em russo é chest', daí o sobrenome de Moscou: Chestnova.

Комментариев нет: